Home
História
Diretoria
Integrantes
Notícias
 
- Clube Freio de Prata
- Espaço Veterinário
- Notícias
Cavalgadas e Eventos
Fotos
Agenda de Eventos
Contato
 

07/06 - Loiva M. Federizzi
17/06 - Onirdo Gonçalves
23/06 - Delson Roman - Deco
Patrocinadores
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
21/06/2016


Dentição X Idade
 


O atrito entre as arcadas superior e inferior provoca desgaste na mesa dentária (superfície do dente que entra em contato com a arcada oposta) e com o passar do tempo expõe as estruturas internas do dente. Estas modificações acontecem em idades bem definidas e provocam elterações na forma e desenho das estruturas que ficam expostas na mesa dentária. Essas alterações podem atrasar, dependendo do manejo nutricional (tipo de alimento oferecido) que os animais são submetidos durante sua vida, pois quanto menor a partícula do alimento, menos o animal mastiga e com isso ocorre menor desgaste dos dentes (DALE, 1996).


O cavalo nasce sem dentes, o que chamamos de uma adaptação da natureza, pois no dia em que a égua dá cria, o úbere e as tetas estão inchados e doloridos, dessa forma jamais a égua suportaria a pressão dos dentes (BAKER, 2005).

De acordo com o autor SCRUTCHFIELD (1993) os eqüinos apresentam 7 períodos de dentição e eles ocorrem da seguinte forma:

No 1º período ocorre a erupção dos dentes caducos, no qual os incisivos apresentam uma forma elíptica. As pinças nascem até o fim da primeira semana de vida do animal, os médios nascem até o fim do primeiro mês e os cantos nascem até o sexto mês de vida, no qual alcança o nível dos demais dentes até o décimo mês de vida.

No 2º período ocorre o rasamento dos dentes caducos devido ao desaparecimento da cavidade dentária externa pelo desgaste e compressão, e os dentes incisios apresentam uma forma ovalada. Nas pinças ocorre o rasamento com 1 ano de vida, nos médios o rasamento ocorre com 1 ano e meio e nos cantos o rasamento ocorre com 2 anos.

No 3º período ocorrem as mudas e as mesas dentárias são encontradas na forma elíptica. As pinças são trocadas entre os 2 e 3 anos de vida do animal, os médios são trocados entre os 3 e 4 anos e os cantos são trocados entre os 4 e 5 anos de vida. Nesse período também ocorre o nascimento dos dentes caninos (5 anos ).

No 4º período ocorre o rasamento dos definitivos, onde observa o rasamento dos dentes definitivos e a mesa dentária está ovalada. As pinças ficam rasas aos 6 anos de vida do animal, os médios ficam rasos aos 7 anos e apresentam a cauda de andorinha e os cantos ficam rasos aos 8 anos.

No 5º período ocorre o arredondamento, onde observa o nivelamento dos definitivos e a mesa dentária arredondada. As pinças são arredondadas aos 9 anos do animal, os médios são arredomdados aos 10 anos e os cantos são arredondados entre os 11 e 12 anos.

No 6º período ocorre a triangularidade, ou seja, a mesa dentária está em forma de triângulo eqüilátero. As pinças ficam triangulares aos 13 anos de vida do animal, os médios ficam triangulares aos 14 anos e os cantos ficam triangulares aos 15 e 16 anos.

No 7º período ocorre a biangularidade, ou seja, a mesa dentária esta em forma de triângulo isósceles. As pinças são biânguladas aos 17 anos de vida do animal, os médios são biângulados aos 18 anos e os canto são biângulados aos 19 anos. É importante observar também, que com o avanço da idade as arcadas vão se projetando para frente e fica cada vez mais difícil calcular a idade do animal.
VÍDEO

VEJA TAMBÉM

23/02/2016 - Conheça seu Cavalo
01/01/2015 - Cronograma de festividades
© - Ideia Good - Soluções para Internet